as coisas que eu quero te mostrar

Manual de boas maneiras e etiqueta para falar de política Por Guy Franco 

Antes de falar de política, peça licença. Ninguém é obrigado a ouvir sobre política do nada. É falta de respeito. Tenha a delicadeza de pedir licença e mostre-se envergonhado quando começar a falar. Saiba que estará incomodando. Procure falar de política somente em caso de urgência, quando não tiver outro jeito. Mas antes, peça licença. Olhe para o chão, chute uma pedrinha, procure deixar bem claro que está embaraçado com o que tem para falar. Ombros inclinados para a frente, olhar solícito mas imbecil, ajuda. E uma vez que começar a falar, por favor, seja breve. Não demonstre muito conhecimento sobre o assunto, mesmo que seja um especialista. Quanto mais conhecimento de política você mostrar, piores as coisas que pensarão sobre você.

Mas se puder evitar, evite. Respire fundo, conte até dez, compre uma água com gás. Tem certeza de que é necessário falar, vale correr o risco? Se não conseguir se segurar para falar, certifique-se de que o fará com o mínimo de entusiasmo. E se precisa mesmo falar, que o faça sem nenhum resquício de partidarismo; assim, passará a impressão de ser uma pessoa saudável - por mais que seja do tipo que não consegue se segurar para falar de política. No entanto, se o fizer por alguma razão partidária, ou se por algum motivo defender um político mais do que devia, bem, aí não tem muito o que fazer senão aguentar os xingamentos. Foi você que provocou.
Não que não se deva falar de política. Veja bem, não é isso. É que há no assunto algo selvagem que desperta o pior do ser humano. Quando ouvimos alguém falar de política, gememos por dentro. A coisa pode agradar um adolescente, mas uma hora na vida percebemos que, mais importante do que discutir a melhor maneira de expropriar os outros, é descobrir a melhor maneira de se preparar um cafezinho; mais importante do que preferência política, é preferência musical, por modelos de trem, por times da segunda divisão. Interesse por política é algo muito diferente de interesse por gente.

Ah, e outra coisa: quando terminar de falar de política, é bom que se peça desculpa. Então lave bem o rosto e tire o excesso de sujeira com algodão. É impressionante a quantidade de sujeira que acumula no rosto depois de falar de política, principalmente depois de falar de índice de aprovação de prefeitos. Depois de alguns minutos falando sobre escândalos de corrupção, de CPI, ou do percentual do PIB para a educação, o melhor mesmo é tomar um banho gelado de esguicho.

thecutestofthecute:

In honor of Autumn coming soon, here are some happy dogs that love the fall weather are aren’t afraid to show it. Have a great day everyone.

(via wigwams)